Jornalista da BBC que cobria acidente em mina é libertada na Turquia

Redação Portal IMPRENSA | 28/11/2016 11:30
Autoridades da Turquia liberaram, no último domingo (27/11), a jornalista Hatice Kamer, que trabalha para o serviço turco da BBC, 24 horas depois de prendê-la enquanto acompanhava um acidente em uma mina de cobre em Siirt, na Turquia.

Crédito:Divulgação

De acordo com a EFE, a repórter, que também presta serviços para a rádio alemã WDR e integra o Conselho Administrativo da Associação de Jornalistas, foi detida sem ser informada sobre os motivos da prisão.

Além dela, a jornalista Khajijan Farqin, do serviço curdo da TV Voice of America (VOA), também foi presa durante a cobertura. O VOA informou que ela foi detida em um posto de controle quando se dirigia à mina.

A mina desmoronou no sudeste da Turquia no último dia 17 e soterrou 16 mineradores. Dez corpos foram recuperados e os trabalhos de busca continuam na tentativa de encontrar os outros seis.

Segundo a Plataforma para o Jornalismo Independente na Turquia, 125 jornalistas estão em prisão preventiva e três mil profissionais de comunicação foram demitidos. As autoridades também fecharam 160 veículos de comunicação.

Leia também: