Ferramenta do “Washington Post” otimizará conteúdos baseada no número de cliques

Redação Portal IMPRENSA | 15/02/2016 15:00

O jornal The Washington Post está testando uma nova ferramenta para alavancar o alcance de suas postagens no site, através de um sistema que cria automaticamente versões diferentes do mesmo conteúdo.


Crédito:Reprodução
Ferramenta ajuda a alavancar audiência sem trabalho para os editores


Segundo o Meio&Mensagem, batizado como "Bandito", o recurso permite que os editores coloquem diferentes opções de chamadas, títulos e fotos. Todas são constantemente analisadas e as combinações que chamarem mais atenção dos usuários serão ofertadas como maior frequência dentro da página inicial e em outras áreas de destaque.


Apesar de construída internamente, a plataforma não deve ficar somente a favor do Post. A meta é oferecer o serviço também para os anunciantes. Uma próxima versão do Bandito também analisará conteúdos criados em vídeo e incluíra outras métricas, como dados demográficos da audiência e qual dispositivo está sendo usado para acessar o conteúdo.


A nova ferramenta implementa as mudanças com base nas informações coletadas, em especial o número de cliques, o que permite melhor desempenho das postagens e reduz o trabalho dos editores, que poderão colocar a matéria no ar e simplesmente deixar com que o novo sistema dê conta do recado, não precisando mais atualizar os conteúdos para atrair público.


Leia também

 - "The Independent" deixará de circular em papel a partir do próximo mês

 - Univisión adquire participação em site satírico para atrair o público jovem

 - "Guardian" anuncia reestruturação e cem funcionários devem ser demitidos