Conselho mexicano abre queixa contra apresentador por abuso sexual ao vivo

Redação Portal IMPRENSA | 27/10/2015 10:30
O Conselho Nacional para Prevenir a Discriminação do México abriu uma queixa contra o apresentador Enrique Tovar, da Televisa, por abuso sexual contra a colega Tania Reza, durante o programa "A Toda Maquina", exibido no último sábado (24/10).

Crédito:Reprodução
Após polêmica, apresentadores disseram que "assédio" foi combinado

Durante a atração, Tovar se aproximou da colega em diversos momentos, agarrando-a pela cintura e passando a mão nela. Também fingiu chicoteá-la e, quando chegou mais perto para mostrar as joias que usava, tocou o corpo da apresentadora mais uma vez. Tania ficou irritada, agrediu o colega, tirou o microfone e deixou o estúdio.

Segundo o portal UOL, ao citar as leis da constituição mexicana que podem incriminar o apresentador, o Conselho ressaltou que as "atitudes podem ser consideradas discriminatórias e contrárias aos direitos das mulheres".

O público também não gostou da atitude do apresentador e pediu para que a emissora o demita. Após a repercussão do caso, a Televisa publicou uma nota afirmando que o suposto abuso foi "encenado" e que é contra qualquer tipo de assédio.

O canal também divulgou um vídeo no qual os profissionais garantem que não houve assédio. "Somos amigos, nos damos bem e em nenhum momento houve abuso", disse Tania Reza. "Foi algo incontrolável", completou Enrique Tovar.  

Assista aos vídeos:




Leia também