Família real critica táticas de paparazzi para fotografar os filhos de Kate e William

Redação Portal IMPRENSA | 14/08/2015 11:00
Príncipe William e a duquesa de Cambridge Kate Middleton decidiram pedir para a imprensa ter mais cuidado com as tentativas de fotografar seus filhos — George e Charlotte. Eles denunciaram "táticas" cada vez mais perigosas dos paparazzi para obter imagens.

Crédito:Divulgação/HRH Duchess of Cambridge
Família real diz que manobras de fotógrafos para registrar as crianças são perigosas

De acordo com a AP, em carta assinada por Jason Knauf, secretário de comunicação do Palácio de Kenisington, a família real lembra de casos em que profissionais invadiram a privacidade do casal e dos filhos, como monitorar o passeio de sua babá em torno de parques de Londres para fotografar George.

O palácio afirma que as crescentes incursões apresentam um risco ao ambiente de segurança. "A preocupação é que nem sempre será possível distinguir rapidamente entre alguém tirando fotos e alguém intencionado a fazer algo mais agressivo", disse.
 
Diante do assédio, Kate e William fazem esforços para proteger a privacidade dos filhos, liberando diversas imagens das crianças em ocasiões especiais, como no aniversário de George e no batizado de Charlotte. 
 
Eles [William e Kate] tem adorado dividir cada vez mais um número de fotos de seus filhos e pretendem continuar os levando para eventos públicos conforme forem ficando mais velhos", completam.
 
Leia também