Missas homenageiam jornalistas mortos na tragédia da Chapecoense

Redação Portal IMPRENSA | 07/12/2016 12:30
Quatro missas em cidades de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul homenagearam na noite da última terça-feira (6/12) os jornalistas André Podiacki, do Diário Catarinense, e Giovane Klein e Bruno Mauri da Silva, da RBS TV, mortos na tragédia com o voo que transportava a delegação da Chapecoense.

Crédito:Luis Cléber/RBS TV
Homenagem ao jornalista André Podiacki, na capela do estádio Orlando Scarpelli

De acordo com o Diário Catarinense, a primeira cerimônia foi realizada na capela do estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, em homenagem a André Podiacki. A missa, que durou quase duas horas, reuniu cerca de 60 pessoas.

A homenagem a Bruno Mauri da Silva, mais conhecido como Bruninho, ocorreu em Palhoça. Ele tinha 25 anos e era técnico de externas da RBS TV Florianópolis. A celebração lotou a Igreja São Pedro, no bairro Pachecos. 

Uma missa na Igreja do Porto, em Pelotas (RS), homenageou o repórter Giovane Klein, que atuava na RBS TV de Chapecó. Outra cerimônia foi realizada na cidade de Santana do Livramento, na fronteira com o Uruguai.  

Leia também: