Participante elenca principais destaques da Maratona IMPRENSA

Rafael Ramires, Maratonista IMPRENSA e editor de conteúdo do blog Imprensa Aberta | 30/08/2016 16:00
A MIC (Maratona Imprensa de Comunicação) deste último sábado (27) trouxe aos participantes experiências e conteúdos que poucos cursos podem proporcionar. Foram doze horas tratando de mídias sociais, SEO (Search Engine Optimization), Jornalismo Político e Internacional, além da vivência dos palestrantes/jornalistas, que têm um peso ainda maior.

Crédito:Gisele Sotto
IMPRENSA realiza Maratona de doze horas com oficinas e bate-papos sobre diversas áreas da comunicação

Como profissional da comunicação, tento aproveitar todas as oficinas da Imprensa para estar em dia com o que tem acontecido no mercado, saber das novidades e também fazer o networking. A cada oficina que faço me sinto mais motivado a me renovar e continuar a fazer o ‘jornalismo de verdade’ – termo utilizado pelo último convidado da maratona, Lourival Sant’Anna.

A manhã de sábado começou com a antropóloga Valeria Brandini, que nos trouxe uma visão diferente do que vivenciamos diariamente. A pesquisadora abriu sua apresentação com uma frase desafiadora: “A realidade não existe”. Mas o que isso quer dizer? De uma forma resumida e superficial significa que cada um vê a realidade de acordo com sua experiência de vida, com seu conhecimento. Valeria pontuou que não podemos explicar ou dar nome àquilo que não conhecemos. A partir disso dá para imaginar os meandros da Maratona.

“Um bom escritor é mais que uma pessoa que escreve bem. É aquele que descreve as sensações, o ambiente, é aquele que enxerga o que está por detrás das palavras, do óbvio. É aquele que usa a sensibilidade”, explanou a pesquisadora.

Tivemos também a honra de falar com a jornalista Teté Ribeiro, autora do livro "Minhas Duas Meninas". Uma história forte na qual foi preciso muita coragem, tanto da própria Teté, quanto de seu marido Sérgio Dávila, na tomada de decisões. Não vou entrar em miúdos, pois é algo profundo. Estou ansioso para a leitura do livro. Aconselho você, leitor, a fazer o mesmo.

Outra oficina da tarde, a de Mídias Sociais e SEO, foi ministrada por Ana Brambilla e por Ignacio Santolin, dois experts no setor que compartilharam conhecimentos, experiências e histórias relevantes que nos deixaram vidrados, atentos a todo momento.
 
A MIC encerrou com ninguém mais que o jornalista Lourival Sant’Anna, cuja apresentação é desnecessária. Pudemos ouvir suas andanças da vida pessoal e profissional, que estão diretamente ligadas, e usá-las para nos direcionar pessoal e profissionalmente. Esta foi minha primeira vez em uma maratona da Imprensa, mas garanto que não vou perder mais nenhuma. 

Leia também: