ABL anuncia mudanças em sistema de premiação para destaques literários

Redação Portal IMPRENSA | 10/06/2016 13:00
Na última quinta-feira (9/6), a Academia Brasileira de Letras (ABL) anunciou mudanças no seu sistema de premiação concedido a cada ano aos destaques literários do país. Agora, os prêmios Machado de Assis e ABL serão fundidos em um único, com o nome do fundador da academia. 

Crédito:Reprodução
Entidade unificou prêmios para deixar mais competitivo

De acordo com o jornal O Globo, o vencedor deve receber R$ 300 mil. A entidade distribuía R$ 450 mil por ano em suas duas premiações a oito diferentes autores - R$ 100 mil para o vencedor do Machado de Assis e R$ 50 mil para o ganhador de cada categoria do Prêmio ABL.

Nas novas regras, o Machado de Assis apenas poderá ser direcionado a autores brasileiros vivos e para destaques da literatura ou profissionais de relevo em outras manifestações culturais. O critério segue como o anterior — as avaliações contemplam o conjunto da obra.

A partir de 19 de junho, os acadêmicos devem encaminhar de uma a três indicações para a láurea deste ano. A diretoria selecionará os três mais votados e o vencedor será escolhido por meio de voto secreto. A cerimônia de entrega ocorrerá em 20 de julho, data em que a entidade celebra seu 119º aniversário.

Leia também