Para driblar a crise, "The Sun" funcionará como empresa de apostas e turismo

Redação Portal IMPRENSA | 03/03/2016 12:30
Após o jornal britânico The Independent decidir encerrar a sua versão impressa, o The Sun anunciou que, além de produzir notícias, passará a funcionar como uma empresa de apostas e investir no serviço turístico.

Crédito:Reprodução
Jornal quer variar atuação para driblar a crise do impresso

Segundo o Diário de Notícias, durante a conferência Newsworks, o diretor da publicação, Tony Gallagher, revelou que no futuro todos os jornais terão de ter "outras fontes de receita". "[O futuro] já não passará apenas pelo que vendemos em banca, passa pela publicidade e se quisermos ter um futuro a longo prazo. Teremos todos de olhar para os nossos pontos fortes e encontrar outras áreas onde podemos trabalhar e ser bem-sucedidos para que tenhamos um futuro sustentável a longo prazo".

Na próxima Liga Inglesa, o The Sun fará uma parceria com a casa de apostas australiana Tabcorp para lançar Sun Bets. "Existem 14 milhões de pessoas no Reino Unido que fazem apostas e cerca de 55% delas são leitores habituais do The Sun. Pensamos que este seria um mercado muito interessante para nós", explicou Gallagher.

Quanto à agência de viagens, o diretor relembrou a atuação do jornal na área. O veículo já ofereceu passeios a quatro milhões de leitores nos últimos cinco anos. Outra estratégia do jornal é se aproximar do público jovem. Para isso, criará um canal no Snapchat ainda neste mês.

Gallagher também comentou sobre a decisão de retirar o paywall do site. "Havia um pequeno grupo de leitores fiéis que estavam dispostos a pagar, mas a empresa decidiu que queria um maior alcance [de leitores]", completou.

Leia também