Ação de Gilmar Mendes contra Luís Nassif é considerada improcedente por juiz

Redação Portal IMPRENSA | 19/02/2016 10:00
O juiz Matheus Stamillo Santarelli Zuliani, da 6ª Vara Civel de Brasilia (DF), julgou improcedente a ação aberta pelo Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), contra o jornalista Luís Nassif.

Crédito:Carlos Humberto/STF e Reprodução/Facebook
Ministro ainda terá de pagar as custas do processo

A informação foi anunciada pelo próprio jornalista na última quinta-feira (18/2) em seu site, o portal GGN. Segundo ele, o político foi condenado ao pagamento das custas judiciais, no valor de R$ 1.000,00.

Gilmar Mendes pedia uma indenização de R$ 150 mil, por danos morais, após se sentir ofendido no texto "O Supremo Tribunal Federal, depois da tempestade", publicado no blog de Nassif no início de 2014. Em um trecho, o jornalista diz que o ministro está "perseguindo tenazmente a tarefa de desmoralizar a corte" e atender a interesses do PMDB no tribunal. 

No mesmo post, o blogueiro também critica Gilmar Mendes por não ter seguido o exemplo do ministro Luiz Fux, que se declarou impedido para julgar ações do escritório Sérgio Bermudes, onde sua filha trabalha. 

O ministro alegou que o jornalista mentiu sobre diversos temas tratados no texto, entre eles o fato de o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), faculdade da qual Gilmar é sócio, oferecer “serviços milionários a tribunais sob a mira do Conselho Nacional de Justiça”.

Leia também