Acusados de matar radialista em 2005 vão a júri popular em Recife (PE)

Redação Portal IMPRENSA | 16/12/2015 11:00
Os quatro acusados pelo assassinato do radialista e vereador José Cândido de Amorim Filho, conhecido como Jota Cândido, vão a júri popular na manhã desta quarta-feira (16/12), em Recife (PE). 

Crédito:Reprodução
Radialista foi morto por motivos políticos

Segundo o site NE10, Edilson Soares Rodrigues, Tairone César da Silva Pereira, André Luiz Carvalho e Jorge José da Silva respondem por homicídio consumado duplamente qualificado (motivo torpe e por agirem mediante surpresa o que impossibilitou a defesa da vítima).

O crime ocorreu em 1º de julho de 2005, quando Cândido foi atingido por 20 tiros dentro do carro, ao chegar na rádio em que trabalhava em Carpina (PE). De acordo com as investigações, a motivação da morte seria política, já que ele defendia na Câmara Municipal um projeto contra nepotismo na Prefeitura.

O julgamento será realizado na 2ª Vara do Tribunal do Júri, localizado no Fórum Rodolfo Aureliano e será presidido pelo juiz Jorge Luiz dos Santos Henriques.

Leia também