Rádio Bradesco Esportes demite 90% de seus funcionários no Rio de Janeiro

Redação Portal IMPRENSA | 08/12/2015 10:00
A rádio Bradesco Esportes FM do Rio de Janeiro demitiu 90% de seus funcionários na última segunda-feira (7/12), informou o jornalista Anderson Cheni em seu blog.

Crédito:Reprodução
Emissora demitiu quase todo o quadro de funcionários

Um dos funcionários da emissora, Nícolas Baccarin, usou sua página no Facebook para noticiar as demissões. "Eu e 90% dos companheiros da Bradesco Esportes FM RJ fomos pegos de surpresa! A tsunami veio e fez um baita estrago no dial carioca. Excelentes profissionais na qual tive o prazer de trabalhar e dividir ambiente estão neste momento afastados do que mais gostam de fazer", escreveu.

De acordo com Cheni, as demissões ocorreram devido aos resultados financeiros ruins. A programação deve seguir em São Paulo, enquanto a equipe do RJ entra com breaks locais. Há ainda a possibilidade de contratações depois do período de férias. 

Por conta das seguidas demissões, o projeto que leva o nome do banco patrocinador oficial das Olimpíadas de 2016 corria o risco de terminar antes da competição. O encerramento das atividades, entretanto, deve ocorrer após os jogos, em agosto.  

Procurado por IMPRENSA, o Grupo Bandeirantes, que opera a emissora esportiva, ainda não se pronunciou sobre os cortes e o futuro da rádio.

Leia também