SBT desmente que Silvio Santos criará programa para "bater no governo"

Redação Portal IMPRENSA | 04/11/2015 10:00
Uma notícia especulativa sobre Silvio Santos ter planejado um novo "Jornal do SBT", sob comando de Eliana e Rachel Sheherazade, com ordem para "bater no governo até ele cair", foi desmentida na última terça-feira (3/11). 

Crédito:Divulgação
Emissora usou rede social para desmentir o boato


Segundo o blog Boatos.org, o presidente do SBT teria tido a intenção de "preparar uma surpresa para seus opositores", após ter supostamente perdido verbas do governo. A ideia, segundo o texto, seria "destroçar a oposição". 

O texto, que foi publicado em um blog chamado "SBT Canal", ainda chegou a veicular uma frase dita por Silvio Santos: "Serei oposição de qualquer um que ferrar o povo. Podem cortar verbas o cão e o diabo a quatro. Não dependo do dinheiro dos governos. Agora é pra bater até cair. E se não cair vamos morrer tentando. Conto com a audiência do povo de bem". 

O autor da reportagem publicada no Boatos.org, Edgard Matsuki, ressaltou pontos que justificam o fato de a notícia ser falsa, como o layout do site "SBT Canal", a não existência da fala dita por Silvio Santos e o fato do governo não ter cortado verbas para o SBT. 

"Apesar do layout, o blog 'SBT Canal' não tem nenhuma relação com o SBT. Além disso, tentamos encontrar onde o Silvio Santos teria dado a informação e não achamos nenhuma entrevista. Mais um detalhe: não houve corte de verbas no SBT. Entre 2003 e 2014, o canal recebeu mais de R$ 1 bilhão do governo. Resumindo: toda informação foi criada em uma página falsa da emissora", concluiu.


Emissora nega


Em nota divulgada no Facebook, a emissora também negou os boatos. “O SBT esclarece que não são verdadeiras as publicações que têm circulado na internet nos últimos dias, principalmente nas redes sociais, atribuindo um posicionamento de Silvio Santos em relação à situação política e econômica do Brasil.


Tais publicações têm não apenas usado supostas frases do empresário e comunicador, assim como sua imagem sem seu conhecimento ou prévia autorização.”


Leia também
- SBT emite comunicado e nega declaração de Silvio Santos sobre política 
- Presidente da RBS nega afastamento e diz que informação é "absurda"
- Mídia impressa é mais confiável que Poder Judiciário, aponta pesquisa