Após xingar Evaristo Costa de "bichinha", Kajuru pede desculpas ao jornalista

Redação Portal IMPRENSA | 15/10/2015 13:00

O apresentador Jorge Kajuru usou sua página oficial no Facebook para pedir desculpas ao âncora do "Jornal Hoje", Evaristo Costa, após ter dito que ele era "bichinha", em alusão à suposta homossexualidade do jornalista da Globo.


Crédito:Divulgação
Kajuru pediu desculpas por falar da vida íntima de Evaristo Costa


Segundo o Blasting News, após polêmica, Kajuru resolveu voltar atrás na declaração sobre Evaristo Costa, dada durante entrevista ao programa "TV Verdade", na TV Alterosa, no último dia 7 de outubro.


Em sua participação na atração, o jornalista discutia o possível fim do mundo, declarado por uma seita religiosa. Ao comentar casos polêmicos, Kajuru chamou o apresentador do "Jornal Hoje" de "bichinha"  e ainda falou sobre um suposto caso extraconjugal entre Joelma, vocalista da banda Calypso, com o apresentador Gilberto Barros.


"Há 16 dias fui informado por um colega da TV Globo, que durante um papo sobre minha pessoa na redação do Jornal Hoje, a Sandra me defendeu e o Evaristo Costa me ofendeu ao dizer que eu havia recusado reconhecer uma filha. Na primeira chance que tive de participar de um programa de TV, no SBT Minas, aproveitei e ataquei o Evaristo naquilo que ele mais sente, embora eu não tenha sido o primeiro à falar dessa particularidade dele", disse Kajuru.


Porém, o jornalista afirma que soube que Costa nunca teria o atacado e que assumia erro em ter falado da vida particular do âncora da Globo. "Peço perdão ao Evaristo Costa, pois nada tenho a ver ou comentar da sua vida pessoal. E prefiro crer que ele não iria me caluniar com uma mentira estúpida dessa. Porém quem me contou, é super amigo confiável".


Apesar de pedir desculpas ao jornalista do "Jornal Hoje", Kajuru reafirmou as informações sobre a vocalista do Calypso. 


Leia também

- Kajuru polemiza ao falar sobre sexualidade de Evaristo Costa e suposto caso de Joelma

- Juíza muda decisão e libera jornal para citar investigado pelo MP de Minas Gerais

- Deputado acusa Kajuru de armar denúncia sobre prática de nepotismo