Repórter de TV é ameaçada de morte em Manaus (AM)

Redação Portal IMPRENSA | 31/05/2013 20:00
A jornalista Fabíola Gadelha, repórter do “Alô Amazonas”, da TV A Crítica, está sendo ameaçada de morte. As intimidações já foram levadas à Secretaria de Segurança Pública e estão sendo investigadas pela Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência.
Segundo o veículo, as primeiras ameaças chegaram por meio de um ex-presidiário, que procurou um colega de trabalho de Fabíola e disse que a morte dela estava sendo planejada dentro da cadeia.

Dez dias depois, o também repórter da TV A Crítica, Márcio Azevedo, foi abordado enquanto fazia uma reportagem. “Ah, não é a Fabíola? Avisa pra ela que tem ordens de dentro do presídio para ‘salgar’ ela (sic) e que metade da cadeia não gosta dela”, disse o individuo que “alertou” o jornalista.

A profissional afirmou não saber o motivo exato das ameaças, mas acredita que estejam relacionadas às suas reportagens. “O nosso trabalho é levar a informação à sociedade de forma real, e muitas vezes vai contra o interesse de algumas pessoas.”

“Quando estou fazendo uma matéria, a minha intenção é dar voz para aqueles que não têm, ajudar, fazer justiça”, acrescentou.

Nova rotina
Em razão das intimidações, a direção da Rede Calderaro de Comunicação (RCC) adotou medidas de segurança para garantir a integridade física da repórter. Há mais de uma semana, Fabíola mudou o horário de trabalho, passou a andar em carro descaracterizado e está sob proteção de seguranças armados.
Comentários
Termos de Uso | Comentários sujeitos a moderação
Comentário:
Escolha uma das opções abaixo para comentar:
Login - Portal Imprensa
Portal Imprensa
Facebook