Educação midiática em pauta e na prática: lições da Universidade de Rhode Island, nos EUA

Redação Portal IMPRENSA | 08/08/2019 17:07
Crédito:Divulgação / EducaMídia
Direto da Universidade de Rhode Island, nos EUA, a equipe do EducaMídia e Instituto Palavra Aberta, junto com professores e jornalistas, compartilham seus conhecimentos sobre educação midiática. 

Eles tiveram a oportunidade de participar em julho deste ano do Summer Institute in Digital Literacy, um programa intensivo de desenvolvimento profissional que acontece uma vez por ano para os interessados em educação midiática. 

O encontro reúne educadores, gestores escolares, professores universitários e profissionais de mídia e a proposta, ao fim de uma semana de programa intensivo, é de formar líderes em educação midiática.

Confira, na sequência, os depoimentos de Patricia Blanco, presidente do Instituto Palavra Aberta e Saula Ramos, gerente de projetos do Instituto Palavra Aberta; Daniela Machado e Mariana Ochs, coordenadoras do EducaMídia; dos educadores Maura Marzocchi, Dominique Gogolevsky, Estévão Zilioli, Karla Vidal, Clarissa Bezerra e Marcio Gonçalves; das jornalistas Raquel Stenzel e Ana Claudia Ferrari; e de Carla Arena, fundadora do Amplifica.


Os educadores Maura, Dominique, Estévão, Karla e Marcio foram para o Summer Institute in Digital Literacy a convite do EducaMídia, considerando que a formação de educadores é um dos principais desafios do projeto. Essa iniciativa contou com o apoio do Consulado dos EUA em São Paulo. 

Renee Hobbs, uma das maiores especialistas em educação midiática dos EUA, fez uma palestra no Summer Institute in Digital Literacy, e o EducaMídia destaca uma das principais reflexões trazidas pela professora. “O mundo digital permite que a gente personalize os modos pelos quais consumimos conteúdo. Tanto as redes sociais como os aplicativos e plataformas podem ser customizados para se adequarem aos nossos gostos e opiniões. Se por um lado nossas escolhas são confortáveis, pois só temos acesso ao que queremos ler, ver e ouvir, por outro isso pode ser prejudicial, uma vez que ficamos restritos a uma bolha onde não há debate, diversidade e divergência de argumentos, pilares fundamentais de toda democracia”. 

O EducaMídia é o programa do Instituto Palavra Aberta com apoio do Google.org criado para capacitar professores e organizações de ensino, além de engajar a sociedade no processo de educação midiática dos jovens, desenvolvendo seus potenciais de comunicação nos diversos meios. Para conhecer o projeto, acesse educamidia.org.br e @educamidia.

Leia também