João Marques fala de sua experiência no Novo Tempo Carioca, jornal-laboratório que já alcançou a marca de 50 edições

Gisele Sotto, em colaboração | 05/04/2019 13:38

Em 2018, o Novo Tempo Carioca, jornal-laboratório produzido por alunos de Jornalismo, Publicidade e Design do Centro Universitário UniCarioca, alcançou a marca histórica de 50 edições.


Nesta edição comemorativa, veiculada em abril/maio de 2018, o professor Antônio José Chaves, coordenador de Jornalismo e editor do NTC, enaltece a importância do jornal: “É um veículo de integração entre os cursos e as unidades da UniCarioca, e também um laboratório para alunos de Jornalismo, que adquirem experiência participando das reuniões de pauta, conduzindo entrevistas e redigindo matérias, e ainda para os de Publicidade e de Design, que respondem pelas imagens e pelos anúncios”.


O Portal IMPRENSA conversou com João Marques, aluno do 6° período de Jornalismo, sobre sua experiência no jornal.

Crédito:Reprodução / Novo Tempo Carioca


Ficha do jornal-laboratório

 

Novo Tempo Carioca (NTC)

Instituição: Centro Universitário UniCarioca, no Rio de Janeiro

Responsáveis: Antônio José Chaves – Editor e coordenador do Curso de Jornalismo; e Carlos Quintino – chefe de reportagem

Para ler o jornal: https://www.unicarioca.edu.br/acontece/noticias

Data de inauguração: Janeiro de 1996 

Quantidade de estudantes envolvidos: Em média, quinze alunos de diversos períodos dos cursos de jornalismo, publicidade e design a cada edição. O jornal tem tiragem de 5 mil exemplares.

 

Jornal indica

 

Entrevista com a bailarina e estudante de marketing da UniCarioca Amanda Mattos, após ter embarcado para os Estados Unidos para estudar com a ajuda de uma vaquinha virtual e vendendo doces em trens do Rio. Amanda teve sua história repercutida em vários veículos jornalísticos por conta de sua força de vontade. Leia na edição 48 (agosto e setembro de 2017) do jornal Novo Tempo Carioca.


Os Bastidores do Novo Tempo Carioca, por João Marques


Perfil: João Marques é aluno do 6° período de Jornalismo do Centro Universitário UniCarioca.

 

Como você define o trabalho no seu labjor

 

Comecei no jornal Novo Tempo Carioca coletando opiniões de alunos na parte de enquetes da edição com temas sempre em debate na sociedade. Depois passei a escrever notas sobre os eventos que aconteciam dentro da faculdade, até chegar a escrever uma matéria sobre um aluno atleta bicampeão mundial.


É uma experiência incrível! Um trabalho de repórter na ativa, com a experiência em preparar a pauta, organizar as entrevistas, apurar, organizar as ideias e colocá-las no texto. E a satisfação, no final, de vê-la publicada.

 

Acredito que o que deu bem certo foi sempre prezar pela boa apuração, trabalhar cumprindo os prazos e seguindo as orientações e auxílios dados pela equipe do jornal. E o que sempre confirmei durante a produção das minhas matérias foi algo que já levo pra vida: nunca deixe as coisas para próximo do deadline por mais adiantadas que estejam. Afinal, imprevistos acontecem quando menos esperamos.


Dicas para outros labjors

 

Aproveite cada oportunidade, os espaços que a faculdade disponibiliza, como os estúdios e os equipamentos, e o apoio dos professores sempre dispostos a ajudar, além de ter muita disposição e mãos na massa. Seguindo essas dicas você consegue desde cedo praticar o que é aprendido na teoria e criar um bom portfólio.


Leia também

“O Olhar Social chama atenção para essa carência do jornalismo regional”, diz Cauê Calodro

“Como editor do IMPRESSÃO, aprendi a pensar na publicação como um todo”, lembra Dany Starling

"Contribuir para a ampliação de vozes que foram invisibilizadas por tantos anos é o que me motiva", diz Larissa Darc