“Abrace seu tema", aconselha autor de documentário sobre resistência indígena

Gabriela Ferigato | 08/11/2016 14:00
Ao sentir uma lacuna na cobertura da grande imprensa sobre demarcação de terras indígenas na cidade de São Paulo, mais precisamente no bairro Jaraguá, o jornalista Thiago Carvalho decidiu se aprofundar no tema em seu trabalho de conclusão de curso na Universidade Paulista.

“Ineditismo e interesse público, dentro dos critérios de notícia/valor-notícia, também foram decisivos na escolha do tema”, afirma Thiago, autor e diretor do documentário, que também foi produzido pelos jornalistas Guilherme Queiroz e Taís Oliveira.

Considerada a menor terra indígena do Brasil, as três aldeias Tekoa Itakupe, Tekoa Pyau e Tekoa Ytu estão próximas ao Parque Estadual do Jaraguá, e duas delas ainda aguardam do Governo Federal a demarcação legítima do território.
Crédito:arquivo pessoal
Guilherme Queiroz, Taís Oliveira e Thiago Carvalho
Produzido em 2015, “Atrás da Pedra, Resistência Tekoa Guarani” mostra um ano decisivo na vida dos índios. De acordo com Thiago, dentre os desafios vivenciados pelo grupo, lidar com o envolvimento emocional foi o principal deles.

“Nada se compara ao envolvimento emocional de nós, estudantes e futuros jornalistas na época - hoje jornalistas, com a situação, e a problemática de lidar com a parcialidade/imparcialidade”, afirma.

Para Taís Oliveira, autora e roteirista do documentário, acompanhar o dia a dia dos Guarani nas aldeias, as leis que envolvem um processo demarcatório e a resistência por manter a cultura viva em São Paulo, a fez “pensar fora da caixa”.

“Me questionei por diversas vezes se aprendemos, de fato, o que é a história do Brasil nas escolas e a resposta foi não. A cultura indígena permanece viva e não ‘acabou’ com a chegada dos portugueses”, diz.

O principal conselho de Thiago para quem ainda vai vivenciar a fase do TCC é “se prepare com o máximo de antecedência”. Se possível, um ano antes, para já ter em mente o que deseja produzir e começar a definir o plano. 

“Abrace seu tema e trate o envolvimento com ele como o principal ponto. O jornalista distante do assunto transmite uma informação distorcida, às vezes, sem sentido. Dedicação! Será um ano em que você não terá tempo para algumas coisas. Terá que ter equilíbrio para manter um trabalho bom e sua relação com amigos, família e trabalho”, aconselha.
 
Veja o vídeo:


Leia também: