Com contagem regressiva, "Estadão" enfatiza os compromissos do jornalismo

Redação Portal IMPRENSA | 07/06/2016 13:30
O Estadão lançou nesta terça-feira (7/6) uma nova campanha para enfatizar a responsabilidade do jornalismo com a sociedade. O filme, criado pela WMcCann, traz dez capas do jornal sobre acontecimentos de relevância política dos últimos tempos.

Crédito:Reprodução
Campanha do jornal enfatiza que história está sempre começando

Na peça, as capas do Estadão vão seguindo uma contagem regressiva que segue ordem cronológica da notícia mais velha para a mais nova. Durante a contagem, o locutor fala que “o jornalismo de verdade não coloca pontos finais. Não solta fogos. Nem comemora conquistas. Ele segue firme, sugerindo pautas pelo país e garantindo o direito do leitor de querer saber. Defendendo seus princípios e zelando por eles”.

Após a décima capa ser apresentada, aparece a frase “bom jornalismo é vigilância”. Logo em seguida o comercial apresenta uma nova primeira página com a manchete “a chance de Temer” e dá a entender que uma nova contagem regressiva irá começar. O filme termina com um convite para o público ler o Estadão.

Para complementar a campanha, a edição impressa do jornal de terça (7/6) trouxe uma capa em branco. Quando a página é virada, pode-se ler a frase “para o Estadão a história está sempre começando”. A ação contará com dois filmes de trinta segundos, sendo um direcionado para televisão e o outro para internet, mídia impressa e rádio.


Assista ao vídeo:



Leia também

Campanha de "Veja" reforça o papel da revista na luta pelos interesses do país
Campanha da Audi patrocina edição especial da revista "Info"
Heineken lança campanha para reforçar compromisso com a música